Adyen processa US$50 bilhões em transações em 2015

Empresa atinge um crescimento global de 100% no volume de transações e de receita. Brasil tem aumento de 120% no volume de transações ao longo do ano e conquista importantes clientes do mercado de e-commerce.

Adyen, empresa global de pagamentos multicanal, anunciou em janeiro, que processou US$ 50 bilhões em  transações globais em 2015, superando em US$ 25 bilhões o ano anterior. A receita global alcançou US$ 350 milhões, com crescimento superior a 100% em relação a 2014. No Brasil, o aumento foi de 120% no volume de transações de janeiro a dezembro de 2015, o que revela a tração do crescimento da empresa também localmente. 

A empresa, que vem ganhando um forte espaço no mundo, colabora para o desenvolvimento e inovação no setor de e-commerce, uma vez que revoluciona a experiência de pagamentos online, tanto do ponto de vista do consumidor como do lojista. No mercado brasileiro, a Adyen alavancou seu crescimento a partir de acordos firmados com grandes players de diversos segmentos, como Azul Linhas Aéreas, 99 Táxis e Cia Hering, entre outros, que fazem com que a empresa opere hoje para cinco dos maiores varejistas online do país. O crescimento da companhia supera significativamente a média do próprio setor de e-commerce nacional, que segundo projeções da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), deverá contabilizar aumento de 22% se comparado ao ano de 2014.

Apenas no setor de companhias aéreas, a Adyen conquistou dez novos clientes, como as mexicanas Aeroméxico e Volaris, e a Azul Linhas Aéreas, no Brasil. Segundo a empresa, "A Adyen tem uma plataforma muito eficiente e inovadora. Não tem nenhuma barreira em relação a tecnologia que utilizamos e foi capaz de nos oferecer em uma integração simples e rápida conexões com dois sistemas de reserva distintos", afirma o diretor de TI da Azul Linhas Aéreas, Kleber Linhares.

Globalmente, a Adyen ainda atingiu marcos importantes e de enorme potencial para o mercado de e-commerce:

  • Novos escritórios em Sydney e Xangai. 
  • Novos clientes de e-commerce digital, incluindo SurveyMonkey, Netflix, Eventbrite, e Dropbox; e novos clientes de varejo, entre eles Burton, Gant, Etam, e Celio.
  • Marcas globais do segmento de moda passaram a utilizar a plataforma de vendas e pagamentos omnichannel da companhia em suas lojas em toda a Europa. 
  • O lançamento do RevenueProtect, solução integrada de gestão de riscos, e da Adyen MarketPay, plataforma para pagamentos de marketplaces.

Outros indicadores de crescimento:

  • Expansão da funcionalidade de ponto de venda para os EUA. Com isso, agora as empresas do mercado americano podem aceitar e gerenciar seus pagamentos online, mobile e em ponto de venda com uma única solução compatível em EMV (padrão global para cartões de crédito e débito baseado na tecnologia de cartão com chip). Seguindo este lançamento, a Austrália será o próximo mercado que se beneficiará dos recursos omnichannel da Adyen em 2016.
  • Novos métodos de pagamento, incluindo Android Pay, Samsung Pay, Apple Pay (no Reino Unido, Austrália e Canadá), Bancontact / Mister Cash (Bélgica), e uma variedade de bancos online e lojas de conveniência/ATM com opções de entrega em todo o Sudeste da Ásia, como Mandiri ClickPay, Gcash e Maybank2u, complementando a cobertura já existente em mais de 250 métodos de pagamento global.

A Adyen tem sido rentável desde 2011, e seu rápido crescimento e enorme potencial no mercado de e-commerce para pagamentos online e global têm atraído investimentos de todo o mundo. Mais recentemente, a Adyen foi avaliada em US$ 2,3 bilhões, após o aporte realizado pela Iconiq Capital, e da rodada de investimento no valor de US$ 250 milhões, realizada em dezembro de 2014 pelas empresas General Atlantic, Felicis Ventures, Temasek, e Index Ventures.

"Em um mundo onde o comércio é global e os compradores esperam a mesma experiência em todos os pontos de vendas em qualquer lugar do mundo, a capacidade da Adyen em processar transações online e também no meio físico em uma mesma plataforma coloca a empresa em uma posição completamente única", disse Pieter van der Does, CEO da Adyen.

Are you looking for test card numbers?

Would you like to contact support?

Start searching the Adyen blog...

 Blog