Centro de conhecimento

Segurança no e-commerce: como proteger sua loja digital em 2024

À medida que os fraudadores ficam mais criativos, a tecnologia avança para barrá-los. Saiba como evitar fraudes e diminuir o risco nas suas vendas online.

28 janeiro, 2024
 ·  4 minutos
Proteja sua loja online de possíveis fraudes

Uma das grandes preocupações dos varejistas — e também dos consumidores — é a segurança no ecommerce. No ambiente digital, lojas e clientes podem estar suscetíveis a ataques e fraudes, mas a tecnologia tem avançado para oferecer segurança e tranquilidade nas vendas.

O Relatório do Varejo 2023, realizado pela Adyen, apontou que 68% dos consumidores entrevistados consideram as compras online menos atraentes por causa dos fraudadores. Além disso, 70% querem saber quem está processando seus pagamentos em nome dos varejistas. 

A maioria esmagadora de clientes (90%) quer que os varejistas comuniquem melhor suas medidas de proteção contra fraudes online.

Não à toa, os lojistas dão foco especial à segurança no ambiente digital. O Relatório do Varejo mostrou que, em 2023, 51% deles pretendiam ampliar suas equipes de risco e fraude. Em 2024, 25% planejam investir mais nos sistemas de segurança.

Como diminuir o risco no e-commerce: conheça o 3DS2, o poderoso antifraude da Adyen

Se os fraudadores utilizam tecnologia para cometer crimes, os sistemas de segurança precisam apresentar ferramentas altamente tecnológicas para barrá-los. O 3D Secure (3DS2), da Adyen, é capaz de identificar tentativas de fraude sem que isso afete a experiência de compra dos clientes.

O 3DS2 é um poderoso protocolo de autenticação que utiliza tecnologia de ponta para verificar a procedência das transações feitas no e-commerce. O sistema é capaz de checar 150 dados para garantir que aquela transação é autêntica, ou seja, que é de fato o cliente quem está realizando a compra.

Com a verificação automática, o 3DS2 é capaz de autenticar a transação sem criar atrito algum para o consumidor: tudo é feito nos “bastidores” do pagamento, com checagem baseada em informações prévias sobre aquele cliente, como compras anteriores que ele tenha realizado com o cartão.

Caso o 3DS2 detecte alguma ação ou informação suspeita, a transação passará pela verificação em duas etapas: nesse caso, o consumidor precisará confirmar sua identidade, por meio de um código enviado por SMS ou de uma senha pessoal.

A ferramenta da Adyen também é equipada com biometria e reconhecimento facial, para que o cliente comprove sua identidade, se for preciso.

Sistemas antifraude trazem mais economia aos varejistas

A segurança no e-commerce é essencial para que os consumidores não sejam lesados, caso o fraudador faça compras com seus dados. Mas um com sistema antifraude também é essencial para os varejistas, que reduzem consideravelmente suas perdas financeiras com chargebacks.

Quando um cliente contesta uma compra realizada por um fraudador, o varejista geralmente precisa lhe devolver o valor.

Com sua tecnologia de segurança, o 3DS2 diminui a incidência de fraudes. Mas, caso uma compra fraudulenta seja concretizada mesmo que tenha passado pela verificação de dois fatores, o varejista não precisa se preocupar com o chargeback.

O 3DS2 possui um benefício chamado “liability shift” (em tradução livre, significa “mudança de responsabilidade”), com o qual a responsabilidade do estorno fica com o banco emissor, e não com o varejista. Uma boa opção pra diminuir as perdas financeiras!

Quer saber mais sobre o 3DS2 e as ferramentas de segurança para e-commerces da Adyen?

Fale com nossos especialistas clicando aqui!


Inscreva-se para receber nossa newsletter

Mande sua solicitação

Eu confirmo ter lido a Política de Privacidade da Adyen e concordo que meus dados sejam utilizados como descreve o documento.