Centro de conhecimento
Guias e relatórios

5 diferenciais para procurar em uma plataforma de pagamentos

Você tem dúvida sobre o que levar em conta na hora de escolher o seu parceiro de pagamentos? Confira aqui dicas para tomar uma decisão estratégica e fazer seu negócio crescer.

13 novembro, 2019
 ·  5 minutos
Dashboard da plataforma de pagamentos

Quando um negócio começa a crescer e se profissionalizar, chega a hora de procurar uma plataforma de pagamentos. E conforme a expansão continua, essa decisão se torna cada vez mais estratégica, afinal a experiência no checkout (online ou offline) pode ajudar a fidelizar o cliente ou traumatizá-lo completamente.

Mas o que procurar em uma solução de pagamentos? Com tantas opções no mercado, como garantir que você está tomando a melhor decisão?

Veja abaixo cinco diferenciais que um parceiro de pagamentos deve ter para ajudar o seu negócio a crescer:

1. Tecnologia para oferecer a melhor experiência

Com tanto sendo dito sobre a "Era da Experiência", sabemos que a jornada de compra hoje é muito mais importante do que o produto ou o serviço em si. Foi o que disseram 84% dos consumidores entrevistados na pesquisa global da Salesforce,State of the Connected Customer.

Por isso, cada etapa do processo conta e deve ser aperfeiçoada para garantir um serviço sem falhas. A hora do pagamento não é exceção.

É fácil entender: quantas vezes você não desistiu de uma compra porque o sistema online apresentou problemas e não foi possível concluir a transação? Ou porque a fila estava muito longa?

Para se ter uma ideia,370 milhões de dólares são perdidos no varejo mundialmente só devido a este último motivo, segundo pesquisa exclusiva realizada pela Adyen em parceria com a consultoria 451 Research.

Além do problema pontual de perder uma venda, para os varejistas o impacto de uma interação negativa com a marca pode ser ainda mais grave: o cliente pode decidir não dar-lhe uma segunda chance, e ainda relatar para seus amigos a experiência ruim.

Por esse motivo, é importante que varejistas com alta demanda procurem uma plataforma de pagamento que tenha uma solução moderna e robusta, capaz de garantir a disponibilidade do sistema e oferecer as últimas tecnologias.

2. Sistema pronto para o Unified Commerce

Não importa se a compra é feita no ecommerce ou na loja: para o consumidor, a marca é uma só, e o varejista precisa começar enxergar o seu negócio dessa maneira também.

A resposta à demanda é o Unified Commerce: unificar as plataformas de venda online e offline para criar uma experiência fluida para o consumidor.

Para o varejista, isso representa o fim dos relatórios duplicados, informações que não batem, duas equipes com estratégias diferentes e fornecedores que passam para outros a responsabilidade sobre falhas do sistema.

Com o sistema unificado, também fica mais fácil oferecer facilidades que os clientes já estão exigindo. Um exemplo é deixar que eles comprem online e retirem na loja, uma praticidade que pode render US$ 307 bilhões globalmente. No Brasil, a varejista de moda AMARO é pioneira neste tipo de conveniência.

Outro diferencial são as prateleiras infinitas (ou endless aisles): ao unificar o estoque online e offline, o varejista garante que nenhum cliente sairá frustrado da loja devido a produtos esgotados.

3. Segurança como prioridade

Assim como as tecnologias estão evoluindo, muito está mudando em termos de segurança para ecommerces. Cada vez mais é exigida a conformidade com o PCI DSS, o padrão de segurança que combate o roubo de informação, e logo a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrará em vigor.

Outra novidade é o3D Secure 2, o novo protocolo de autenticação de transações online que veio para eliminar redirecionamentos desnecessários no checkout, aumentando conversões e melhorando a experiência do cliente.

Trabalhar com um parceiro que já opere em conformidade com as mais exigentes regulamentações e que esteja pronto para as novidades garantirá que seu negócio esteja sempre à frente.

E a preocupação não vem à toa: 35% das empresas tiveram dados vazados nos últimos 12 meses, de acordo com oGlobal Data Protection Index, da Dell. O resultado é um prejuízo médio de 368 mil dólares, sem falar do impacto direto na reputação da marca.

4. Insights únicos

Os dados, aliás, nunca tiveram tanto valor. O mesmo estudo afirma que 49% das empresas enxergam essas informações como capital.

Pensando no varejo, se antes um bom vendedor conhecia o nome, o número do sapato e todas as preferências dos clientes mais fiéis, agora a tecnologia ajuda nessa personalização.

Com as ferramentas certas, todo consumidor pode ser reconhecido durante a jornada online ou offline para ser surpreendido com ofertas e serviços sob medida.

Mas os benefícios da utilização inteligente dos dados vão muito além: com essas informações, é possível evitar experiências desagradáveis, como tentativas de fraude, falsos positivos (bloqueio de transações legítimas) e o interrompimento de pagamentos recorrentes.

Ao identificar esse tipo de incidente proativamente, a empresa não prejudica clientes verdadeiros nem paga o preço de se proteger demais.Foi o que aconteceu com a OLX, empresa líder em compra e venda online no Brasil.

O algoritmo de machine learning Adyen analisou o comportamento dos clientes do site para propor quais características deveriam sinalizar uma maior chance de fraude.

Assim, foi criado um segundo "perfil de risco", que aos poucos foi sendo testado na ferramenta antifraude. O resultado foi um de 2,6% nas taxas de autorização.

5. Uma plataforma de pagamento, vários mercados

A plataforma de pagamentos ideal também impulsiona seu negócio a crescer sem se preocupar com barreiras geográficas.

Um parceiro global é fundamental para operar em conformidade com os principais protocolos e regulamentações internacionais, como PSD2 e GDPR, além de oferecer aos clientes checkout no próprio idioma e moeda, onde quer que estejam.

Ao mesmo tempo, conhecimento e suporte a nível local também são relevantes paraentender as preferências de cada mercado.

Não dá para querer vender no Brasil sem aceitar boletos e parcelamentos, certo? Do mesmo jeito, também é essencial adotar as ewallets Alipay e WeChat Pay para entrar na China.

Com uma plataforma de pagamento global, você passa a aceitar os principais métodos de pagamento em cada mercado com um clique.

Quer conhecer outras vantagens de se trabalhar com uma plataforma de pagamentos ponta a ponta? Descubra comoa taxa de autorização da 99 cresceu 5% com a adquirência da Adyen.




Inscreva-se para receber nossa newsletter

Mande sua solicitação

Eu confirmo ter lido a Política de Privacidade da Adyen e concordo que meus dados sejam utilizados como descreve o documento.