Métodos de pagamento locais: Ásia-Pacífico

Este é o primeiro capítulo do Guia Global de Pagamentos, desenvolvido pela Adyen para ajudar empresas a expandir seus negócios.

Two people walking down street in Asia

Ásia-Pacífico

O Ásia-Pacífico é casa de 4,5 bilhões de habitantes – quase 60% da população global. É uma região diversa que compreende sete dos dez países mais populosos do mundo, incluindo a China e a Índia. 

Apesar de o APAC estar liderando diversas tendências, como ecommerce e transações via celular, a região é uma das mais fragmentadas quando o assunto é pagamentos. 

Entender o ecossistema de pagamentos único dali vai ajudar negócios globais a aproveitarem ao máximo as oportunidades e o enorme potencial da região. 

Mercados como a China, Japão, Indonésia e as Filipinas não exigem que negócios criem uma entidade local para começar a se conectar com consumidores nativos. 

Do ponto de vista de pagamentos, isso quer dizer que alcançar os compradores locais pode ser mais fácil do que você imagina – se você tiver o parceiro certo, claro. 

As licenças de adquirência local da Adyen em países como Austrália, Hong Kong e Cingapura são a ponte para negócios se contarem diretamente às principais bandeiras de cartão. 

Austrália e          Nova Zelândia

Uma potência da região, a Austrália teve o seu 26º ano livre de recessão em 2017. Os setores de varejo e turismo atraem atenção internacional, fazendo do país uma ótima opção para base regional de empresas globais. 

De acordo com o ecommerce DHL, os australianos são a segunda população mais aberta a compras em ecommerces estrangeiros e as transações internacionais devem crescer em um ritmo de 29% ao ano até 2020. Quando se trata de pagamentos, mais de 50% das compras no país são feitas com cartão de débito e crédito. 

Na Nova Zelândia, pagamentos com cartão também são populares, com mais de 1,5 bilhão de transações eletrônicas com cartão realizadas por ano. Apesar de dinheiro ainda ser relevante ali, o país tem a menor proporção de dinheiro em relação ao GDP em circulação do mundo. 

Métodos populares de pagamento na Austrália e na Nova Zelândia 

Dica da Adyen

A não-exigência de entidade local para processar pagamentos, combinada a um ecossistema dominado por cartões e a uma população já acostumada a compras internacionais fazem da Austrália um ótimo centro estratégico para empresas globais querendo estabelecer uma base no Ásia-Pacífico. Negócios que operam na Austrália podem contar com a licença de adquirência da Adyen para desfrutar de uma ligação local, que rende maiores taxas de autorização. Processar pagamentos domesticamente também significa que você se beneficiará das taxas de intercâmbio australianas.


China

A China é o maior mercado de ecommerce do mundo, devendo bater os US $1.7 trilhões até 2020. O país também é uma das forças que está impulsionando o mobile commerce (mcommerce).

De acordo com dados do Euromonitor International, o mcommerce superou as compras feitas no computador já em 2015 no país. Em 2016, 66% das transações online foram realizadas em dispositivos móveis, movimentando em US$ 450,3 bilhões. Os três principais métodos de pagamento são Alipay, UnionPay e WeChat Pay.

Métodos de pagamento populares na China

Dica da Adyen

Não é necessário ter uma entidade local para processar pagamentos na China. Com um parceiro que ofereça os métodos de pagamentos locais, você tem acesso rápido a mais de 1 bilhão de consumidores. Pagamentos via celular também são importantes, já que os cidadãos das maiores cidades chineses estão acostumados a realizar transações pelo smartphone. 

Alipay

Com mais de 50% do market share, o Alipay é o maior método de pagamento local da China. Ele faz parte do conglomerado Alibaba e fornece serviços de pagamento para as principais plataformas de ecommerce da companhia, como Taobao e Tmall, assim como para mais de 400.000 negócios chineses. É simples configurar uma conta Alipay, e seus clientes podem desfrutar de uma experiência de pagamento descomplicada online e offline.

UnionPay

UnionPay é a maior bandeira do mundo em termos de cartões emitidos, assim como a única rede interbancária do mercado (sem levar em conta Hong Kong e Macau) que liga os caixas eletrônicos dos 14 principais bancos e de outros menores do país. Propriedade do banco central, a bandeira tem o monopólio para processar transações na China, o que torna o UnionPay uma parte vital do ecossistema de pagamentos local. 

WeChat Pay

WeChat Pay é o método de pagamento que mais cresce na China. Ele faz parte do ecossistema WeChat, que compreende uma rede social, ferramentas de trabalho colaborativo e uma plataforma de ecommerce. WeChat Pay é aceito em transações no ecommerce e na loja, sempre pelo aplicativo (seja via conta oficial WeChat do varejista ou pelo app para navegador). 


Hong Kong

Frequentemente chamada de "a economia mais livre do mundo", Hong Kong é um centro financeiro importante no Ásia-Pacífico, assim como uma base estratégica para empresas internacionais.  

A sua posição de Região Administrativa Especial da República Democrática da China traz muitas oportunidades com o fortalecimento da política de “One Belt, One Road” de Pequim. A ideia é promover conectividade e cooperação entre diversos países da Ásia e da Europa. 

Com o ecommerce batendo os US$ 14 bilhões em 2017, a alta adoção da internet e de smartphones continua a impulsionar o boom do ecommerce. Cartões de crédito são e devem continuar sendo os principais métodos de pagamento no comércio digital.

As ewallets também estão ganhando espaço entre os consumidores locais. Tanto Alipay quanto WeChat Pay anunciaram a sua expansão para além do território chinês. Pagamentos mobile e sem contato só crescem em popularidade, com cada vez mais negócios passando a aceitá-los. 

Métodos de pagamento populares em Hong Kong

Dica da Adyen

A licença de adquirência da Adyen em Hong Kong oferece às empresas uma conexão direta com Visa e Mastercard, resultando em maiores taxas de autorização, mas também a insights valiosos. Não é necessário ter uma entidade local para processar pagamentos internacionais ali. A Adyen também oferece métodos de pagamento locais como Alipay, UnionPay e WeChat.


Índia

A Índia é uma economia tradicionalmente dominada por dinheiro, com transações em dinheiro e cheque representando 85% dos pagamentos. E mesmo que seja esperado um crescimento importante de pagamentos eletrônicos ao longo de três a quatro anos, as compras quitadas com dinheiro na entrega do produto ou serviço (COD) ainda devem corresponder a 60% do total. 

O crescimento dos pagamentos eletrônicos está sendo bastante incentivado pelo governo indiano, com o anúncio de demonetização feito em novembro de 2016 a iniciativas como Rupay e UPI. Investimentos de empresas globais como Alibaba, Softbank, Amazon e Google em soluções de ewallets no país também ajudarão esse movimento. 

Métodos de pagamento populares na Índia

Dica da Adyen

A solução 3D Secure é obrigatória para todas as transações domésticas com cartões de débito na Índia, onde a autenticação com dois fatores tem um impacto positivo nas taxas de autorização. Nós recomendamos aplicar o 3D Secure a todas as transações realizadas no mercado indiano. 


Indonésia

Com uma população de 200 milhões de pessoas, a Indonésia é uma das maiores oportunidades entre os mercados subdesenvolvidos da Ásia. O país tem um potencial enorme, com projeções de atingir US$ 11 bilhões em 2019.

A promessa é justificada pelas tendências demográficas. Apenas 40% da população já está online, a penetração bancária atinge menos de 25% das pessoas, e o número de cartões de débito e crédito emitidos equivale a apenas 15% do total de habitantes. Assim como acontece em muitas economias em desenvolvimento, a transição para o online está acontecendo pelo celular, com mais de 90% dos internautas da Indonésia acessando a rede pelo smartphone. Mas tenha em mente que pagamentos com dinheiro na entrega de produtos ainda são a forma de pagamento mais popular para o varejo. 

Métodos populares de pagamento na Indonésia

  • Ewallet Doku
  • Mastercard
  • Lojas de conveniência
  • Visa
  • Online banking
  • Pagamentos no caixa eletrônico

Dica da Adyen

A Indonésia é um mercado altamente regulado e uma entidade local é geralmente exigida para processar pagamentos domésticos. Além disso, a moeda local (rupia, IDR) não pode ser repatriada. Contudo, a Adyen oferece métodos de pagamento locais na Indonésia com liquidação em dólares. 


Japão

O Japão é o terceiro maior mercado de ecommerce do mundo. O mercado é dominado por dinheiro, e pagamentos com dinheiro na entrega de produtos são bem comuns. A Kombini deixa os consumidores pagarem por compras online em lojas de conveniência. O cartão de crédito local JCB também é popular, assim como cartões internacionais. 

Métodos de pagamento populares no Japão

Dica da Adyen

Liquidação de pagamentos internacionais sem alteração de preços são possíveis no Japão, o que faz com que os consumidores não sejam impactados por tarifas de fronteira e tenham uma experiência melhor. Com a Adyen, você pode oferecer pagamentos via Kombini sem ter uma entidade local. 


Malásia

Assim como na Indonésia, o ecommerce está tendo um crescimento importante na Malásia, impulsionado principalmente pelos smartphones. No entanto, há diferenças significativas entre os dois mercados: os consumidores da Malásia são relativamente abertos a compras internacionais, com 40% das transações acontecendo entre países. Em comparação aos mercados do sudeste asiático, a Malásia é o segundo em termos de penetração e uso de cartões de crédito, só atrás de Cingapura. 

A adoção crescente de dispositivos móveis pode acelerar o crescimento do ecommerce local, já que pagamentos via celular podem ser feitos com uma ewallet pré-paga, sem nenhuma conta bancária envolvida.

Métodos de pagamento populares na Malásia

Dica da Adyen

A Malásia tem controles fiscais rigorosos, e a moeda Ringgit não é comerciável e não pode ser usada fora do país. Mas a boa notícia é que processar pagamentos internacionais por um adquirente estrangeiro não resulta em uma tarifa extra para o consumidor. Então, se você optar por esse caminho, seu negócio não será impactado ao fazer o processamento internacional do Ringgit. Bancos locais esperam que as autenticações sejam feitas pelo protocolo 3D Secure, por isso recomendamos que todas as transações sejam roteadas por essa ferramenta.


Filipinas

As Filipinas são provavelmente um dos mercados de ecommerce mais subestimados do Sudeste Asiático. Como o segundo país mais populoso da região depois da Indonésia, seu mercado de comércio digital atingiu uma taxa de crescimento anual de 101,4% em 2018, principalmente devido à alta penetração de dispositivos móveis. Os filipinos estão entre os usuários de smartphones mais numerosos do mundo e a penetração de celular conectados agora chega a 30% da população.

Métodos de pagamento populares nas Filipinas 

Dica da Adyen

Uma entidade local não é exigida e cartões podem ser processados internacionalmente sem tarifas extras no país. Nós recomendamos que varejistas estrangeiros aceitem pagamentos com cartão além de métodos de pagamento locais. As taxas de autorização tendem a ser menores nas Filipinas em comparação a outros mercados, principalmente devido à população mais jovem que não quer pagar por conteúdo digital. Nós vemos baixas taxas de conversão especialmente para conteúdos como jogos e downloads de músicas. 


Cingapura

Um país de extrema importância para negócios globais, Cingapura foi recentemente ranqueada como o terceiro principal centro financeiro do mundo, depois de Londres e Nova York. 

Fintechs, pagamentos digitais e tecnologia blockchain estão se popularizando, uma vez que a inovação contínua e o desenvolvimento tecnológico continuam a ser elementos-chave do panorama econômico local. 

Apesar de seu pequeno tamanho, o ambiente extremamente favorável aos negócios e todas as suas conexões internacionais fazem de Cingapura um lugar estratégico para empresas que queiram expandir suas operações na Ásia e no mundo.

Assim como a Austrália e Hong Kong, o ecommerce em Cingapure está crescendo, e 55% das transações são internacionais. A adoção de smartphones já bate os 90% e o mcommerce (mobile commerce) continua a crescer com consumidores se habituando a comprar com o celular. 

Em Cingapura, cartões de crédito são o principal método de pagamento, seguidos por transferências bancárias e pagamentos NETS. Transferências sem contato e ewallets como Apple Pay e Google Pay também estão ganhando tração. 

Métodos de pagamento populares em Cingapura

Dica da Adyen 

A licença direta de cartões de crédito da Adyen em Cingapura permite que negócios se conectem diretamente à Visa e à Mastercard. Isso significa que marcas podem desfrutar ao máximo da solução de plataforma única da Adyen para unificar a cobertura de pagamentos no site, aplicativo e na loja. A adquirência local também oferece outros benefícios como taxas de autorização mais altas e insights valiosos. 


Coreia do Sul

A Coreia do Sul é o terceiro maior mercado de ecommerce do Ásia-Pacífico, depois de China e Japão. O país tem a maior penetração de cartões de crédito do mundo, e em média o consumidor sul coreano tem cinco cartões de crédito diferentes – a mérito de comparação, são dois nos Estados Unidos. Além disso, 80% da população tem um smartphone e 44% usa o aparelho para fazer compras.

Métodos de pagamento populares na Coreia do Sul

Dica da Adyen

A maioria dos cartões locais são ligados tanto à Visa quanto à Mastercard. Até abril de 2016, era exigido um processo de autenticação específico do mercado, que só funcionava no Internet Explorer. Esse não é mais o caso, mas a migração dos serviços de autenticação ActiveX pode demorar mais do que o esperado. 


Tailândia

A Tailândia tem um enorme potencial de crescimento de ecommerce. Atualmente, as transações de varejo online representam apenas 0,5% do total, mas elas crescem cerca de 30% a 35% ao ano. Com a popularização da internet estimada em 60% e dispositivos móveis sendo adotados pela a maioria dos novos consumidores, o ecommerce só ganha relevância.

Métodos populares de pagamento na Tailândia

Dica da Adyen

A Tailândia tem menos restrições regulatórias do que muitos dos países do Sudeste Asiático, o que facilita a entrada no mercado e o processamento de pagamentos internacionais. 

Confira os outros capítulos do Guia Global de Pagamentos para descobrir como as pessoas pagam ao redor do mundo

Are you looking for test card numbers?

Would you like to contact support?