Um outro olhar da Black Friday

Em entrevista exclusiva para nosso Blog, o diretor de Produto da Beleza na Web, João Costa compartilha as melhores práticas para realizar uma Black Friday em que todos ganham - principalmente o consumidor.

O diretor de Produto na Beleza na Web, João Costa, bateu um papo conosco e compartilhou sua visão sobre a Black Friday no Brasil. O executivo acredita que uma postura mais ética e focada numa boa experiência de consumo possa fortalecer ainda mais a data e gerar vendas mais conscientes no país.

Há quanto tempo a Beleza na Web participa da Black Friday?

João Costa: Notamos que a data, de 5 anos para cá, tem ganhado um espaço cada vez maior no Brasil e a Beleza na Web acompanha de perto esse movimento. Participamos todos os anos da Black Friday ativamente e os resultados são melhores ano a ano. Para 2016 temos uma meta agressiva de dobrar o nosso faturamento em relação ao ano passado. O que posso dizer é que o faturamento que temos durante a Black Friday tem se tornado cada vez mais representativo em nossa receita que está prevista em R$ 200 milhões neste ano.

E como vocês se preparam para esta data?

JC: Nossa Black Friday começa pelo menos três meses antes com as negociações com os fornecedores para oferecermos os melhores produtos e garantir descontos imbatíveis para nossos consumidores. Ao mesmo tempo nos preparamos em relação aos principais pontos de atenção da data: logística e estoque; tecnologia; SAC; e pagamento.

Como sabemos que os produtos da Black Friday esgotam rapidamente, precisamos garantir disponibilidade de estoque. Além disso, nossos sistemas devem estar preparados para o aumento de acessos e a tecnologia entra com seu know-how e servidores extras. Por sermos um e-commerce, a velocidade de carregamento das nossas páginas é fundamental. Hoje já temos páginas 3 vezes mais rápida que a média do mercado, e esse desempenho não pode mudar na Black Friday. Queremos que nossas clientes tenham a mesma experiência ao acessar o site na Black Friday como o de um dia qualquer. Outro ponto importantíssimo é a garantia tanto do pré quanto do pós venda. Por isso, também aumentamos o nosso time de atendimento.

E em relação ao pagamento, qual o ponto de atenção?

JC: A fraude nesse período ganha uma atenção extra. Nessa data, os fraudadores sabem que as empresas podem acabar "baixando a guarda" nos sistemas de proteção para garantir suas vendas, o que muitas vezes significa liberar transações suspeitas que normalmente seriam bloqueadas. Para nós, essa é uma grande preocupação: permitir que, apesar do volume, os bons pagadores consigam facilmente realizar suas compras e os fraudadores sejam barrados já no checkout. A vantagem de trabalhar com a Adyen e sua ferramenta de risco, o RevenueProtect, é ter flexibilidade na configuração das nossas regras de segurança para cada momento.

Encontrar o perfeito equilíbrio entre bloqueio de fraude e aumento de receita é o diferencial do RevenueProtect, da Adyen

Qual o diferencial da Beleza na Web durante a Black Friday?

JC: A Beleza na Web conecta marcas, profissionais de beleza e clientes em uma experiência única e pessoal durante o ano todo, além da Black Friday. A Beleza na Web não é apenas um e-commerce de produtos, nosso sonho é fazer do mundo um lugar mais bonito através das pessoas com recomendações personalizadas, dicas, produtos, tendências e o que existe de melhor no universo de beleza. Temos especialistas à disposição no site para conversar com as consumidoras sobre como escolher o melhor produto para seu cabelo, sua pele e suas preferências. Além disso, damos atenção especial à descrição dos nossos produtos e disponibilizamos conteúdos exclusivos produzidos por grandes experts de beleza do Brasil. Nessa lista temos nomes como Celso Kamura, Romeu Felipe, Wanderley Nunes, Kaká Moraes e Rudi Werner.

E como isso reflete na Black Friday?

JC: Nossas clientes saem muito mais satisfeitas, pois fazem uma compra consciente e não apenas por impulso. A comunicação é constante e se intensificam no mês que antecede a Black Friday em todos os nossos canais (e-mail e no Facebook e Instagram), compartilhando o que estará disponível no site e sugerindo produtos baseados em suas necessidades. Assim, nossas clientes já têm a possibilidade de salvar seus produtos no carrinho para apenas fechar a compra com desconto na Black Friday. A idéia é evitar a frustração da compra por impulso. Nossa proposta é justamente recomendar o produto certo para a necessidade e perfil de quem está comprando e deixar que ela decida o momento de fazer a compra.

É como compensar seus clientes fiéis com descontos.

JC: É ainda mais que isso. O objetivo da Beleza Web é democratizar o acesso às mais cobiçadas e sofisticadas marcas. Trabalhamos para comprar os melhores produtos, com os melhores preços, ter a melhor entrega e o melhor atendimento (o ano todo), enquanto outras empresas trabalham para vender um conceito de exclusividade. O que nos move é potencializar e não limitar.

Black Friday não é só baixar o preço e achar que vai dar tudo certo. É preciso dedicação, planejamento e foco total na cliente.

E quais os seus conselhos para os outros e-commerces nesta e nas próximas Black Fridays?

JC: Acredito que além de ter uma boa infraestrutura tecnológica e bons preços, é importante oferecer a melhor experiência para as clientes. Não engane o consumidor, seja correto. A Black Friday brasileira acabou ficando com a imagem manchada, por algum tempo, por causa de empresas que aumentaram seus preços para fingir descontos. Isso não cola mais. O comprador online brasileiro é bem informado, conhece seus direitos e sabe comparar preços e vantagens reais. Táticas lesivas prejudicam todo o ecossistemas de empresas que investiram tempo e dinheiro para levar as melhores ofertas para o consumidor. Black Friday não é só baixar o preço e achar que vai dar tudo certo. É preciso dedicação, planejamento e foco total na cliente.

Fonte: http://www.blackfriday.com.br/